Museus que você não pode deixar de visitar em Roma

Museus que você não pode deixar de visitar em Roma

Roma é uma das cidades mais belas do mundo e um verdadeiro paraíso para os amantes da arte. A cidade abriga alguns dos museus e galerias de artes mais importantes do mundo. Roma por si só é um museu a céu aberto. Para todos os lados há história. Pelo centro da cidade é possível ver grandes monumentos históricos, igrejas, estátuas e lindas praças. Para você que tem planos de viajar para a capital da Itália, mas ainda não sabe qual lugar visitar? Separamos uma lista com alguns dos principais museus que você não pode deixar de visitar em Roma. Vale a pena conferir!

 

Galleria Borghese

Localizada entre os jardins Villa Borghese, a Galleria Borghese é um dos melhores e mais conceituados museus do mundo. A quantidade de visitantes é tão grande que é necessário fazer uma reserva prévia, que pode ser feita por telefone ou internet. 

A galeria leva o sobrenome da família Borghese, uma das famílias mais nobres da Europa, conhecida por ter membros que foram papas e cardeais. A coleção começou a ser exposta entre 1576 e 1633 pelo cardeal Scipione Borghese. 

A exposição está organizada em dois andares. O andar superior possui uma grande pinacoteca onde são expostas obras de artistas renomados como Caravaggio, Raffaello e Botticelli. No andar principal ficam expostas antiguidades clássicas com peças do século I ao século II d.C.

 

Musei Capitolini

Os Museus Capitolinos são um complexo de museus cívicos. Situados no centro de Roma, os museus trazem coleções de obras pictóricas e escultóricas romanas. Os Museus Capitolinos ficam situados em dois palácios: O Palazzo dei Conservatori e o Palazzo Nuovo, que reúnem obras que contam a história de Roma. Os dois edifícios são unidos através da Galeria Lapidaria, uma passagem no subterrâneo que atravessa a Praça Campidoglio.

 

Museus do Vaticano

Quem vai à Roma com certeza não pode deixar de visitar o Vaticano. Os Museus do Vaticano são uns dos mais conhecidos mundialmente. A origem desses museus se dá no século XVI, quando o Papa Julio II começou a colecionar esculturas. Desde então os próprios papas foram acumulando obras ao longo dos séculos. 

O que começou com uma pequena coleção de esculturas, tornou-se uma das maiores coleções do mundo. Hoje os Museus do Vaticano formam um complexo de treze museus localizados no interior da Cidade do Vaticano. Todos os corredores são decorados com mármore e obras, e todas as rotas terminam na Capela Sistina.

 

Museo Nazionale Romano

O Museo Nazionale Romano é um dos museus mais famosos da Itália. O museu conta a história de Roma entre 500 a.C e 300 d.C. Antigamente o museu possuía uma única sede, porém, com a quantidade de variedades do acervo, ele precisou ser dividido. Hoje o Museo Nazionale possui 4 sedes: Cripta Balbi, Palazzo Altemps, Termas de Diocleciano e Palazzo Massimo. 

Pela sua grande extensão, é difícil conseguir ver toda a exposição em um único dia, por isso o ingresso pode ser utilizado por até três dias, dando tempo suficiente para visitar os quatro espaços.

 

Essas são apenas algumas das muitas opções de museus que você não pode deixar de visitar em Roma. Já conhecia algum?

 

Leia tambem: A Itália e Suas Principais Atrações Turíticas

Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(31) 99233-9638, (31) 99223-2694

meensinaitaliano@gmail.com

Tire suas dúvidas pelo WhatsApp